Método Revolucionário De Cirurgia Nas Mamas Tem Encantado Mulheres Em Cuiabá

Daqui a pouco o verão chega. E junto à estação, vem também aquela vontade de dar uma recauchutada no corpo e fazer algum procedimento estético para jogar a auto estima lá em cima, não é?

Um dos procedimentos cirúrgicos mais procurados pelas mulheres são o implante de próteses nos seios e a mastopexia, que corrige aquele caimento e flacidez dos seios que ocorre de forma natural conforme a idade vem.

Mas aí surgem algumas dúvidas:

● Como é feito o procedimento?
● A cirurgia dói? Deixa sequelas?
● Existem riscos para a saúde?
● É muito caro?
● Como fica o resultado final?

E se você também tem essas dúvidas, veio ao lugar certo. Vamos falar hoje sobre como funcionam esses procedimentos cirúrgicos, quais são os benefícios, possíveis riscos para a saúde, e como isso pode elevar consideravelmente a sua auto estima!

Para começar, é importante que você entenda quando essa cirurgia é necessária.

De forma geral, o implante de próteses mamárias é geralmente utilizado quando:

● A mulher deseja aumentar o tamanho dos seios
● Melhorar o formato dando mais colo e deixando-o mais “firme”
● A mulher deseja recuperar o tamanho dos seios, que podem ser perdidos em duas ocasiões principais: perda de peso repentina ou gestação;
● A mulher deseja aumentar novamente o tamanho dos seios, quando eles precisam ser retirados por conta de um tumor ou câncer;

Contudo, é de extrema importância que a mulher converse antes com um médico para informar qual o motivo do implante.

O profissional precisa avaliar o histórico familiar, os hábitos de vida, possíveis medicações ou possíveis complicações de acordo com a saúde de cada pessoa.

Porém, muitas mulheres buscam também o processo inverso: a redução das mamas! Mas quando é preciso fazer esse procedimento cirúrgico?

Claro que cada mulher tem seus próprios motivos. Mas, de forma geral, as mulheres buscam a redução por dois motivos: ou por problemas de saúde ou por uma questão estética.

Mas a maioria busca reduzir por uma questão de saúde. Isso porque seios muito grandes podem causar problemas de coluna. É normal que mulheres com seios grandes também sintam dores nos ombros, e, por vezes, sofram com assaduras na parte inferior por causa do constante atrito.

Qual É o Momento Certo Para Fazer O Procedimento De Redução? E o De Aumento?


Em relação à diminuição dos seios, o problema pode começar ainda na adolescência. No entanto, não é recomendado que uma garota jovem faça uma cirurgia para diminuir as mamas.

O ideal é após o término da puberdade, quando a mulher já completou o desenvolvimento das mamas, geralmente após 16 anos, já se completou todo processo.

É preciso tomar certo cuidado também com a questão da forma dos seios. No início da puberdade, eles podem crescer de forma irregular. Porém, com o passar dos anos, eles podem se desenvolver de tal forma que fiquem uniformes.

Por isso, é importante que a menina receba, se necessário, atendimento psicológico ou mesmo apoio da família para que ela evite desenvolver problemas como ansiedade ou depressão.

Agora, em outros casos, como a gigantomastia (seios muito grandes) ainda na adolescência, é necessário fazer a remoção ou diminuição. Isso porque a menina corre riscos de desenvolver problemas mais sérios de saúde.

Além disso, o tamanho exacerbado dos seios pode até mesmo impedir que outras partes do corpo se desenvolvam naturalmente.

Quais São Os Possíveis Riscos?


Por se tratar de um procedimento cirúrgico, é normal que ofereça alguns riscos à saúde da mulher. E você deve perguntar ao seu médico o máximo de informações possíveis.

Um dos possíveis riscos diz respeito à sensibilidade dos seios. É comum que na região das aréolas (aquela região que envolve o mamilo) haja uma diminuição da sensibilidade.

Em outros casos, pode acontecer o efeito inverso, e a mulher fica ainda mais sensível. Porém, o mais comum é que isso dure apenas 6 meses. Depois, a região volta ao normal.

Em alguns casos mais raros, a mulher perde definitivamente a sensibilidade. Mas, como mencionado, é difícil de acontecer!

Outro problema que pode acontecer é a rejeição ao implante. Quando a prótese é inserida, o corpo cria um tipo de cápsula ao redor do implante. É normal, já que se trata de um mecanismo de defesa do corpo humano.

Esse processo causado pelo corpo pode fazer a mama se deformar e até mesmo endurecer. E, como consequência, acaba causando dor na mulher. Porém, graças à tecnologia, cada vez menos isso acontece, já que os implantes são feitos com um material mais resistente.

Outros riscos que envolvem essa cirurgia são formação de hematomas, alguns tipos de infecção, edemas, dentre outros problemas. Tirando as infecções, os problemas não são muito graves, mas é preciso fazer o tratamento adequado.

Para evitar esse tipo de problema, é de extrema importância seguir todas as recomendações que o médico passar. E se você notar qualquer anomalia no corpo, é importante procurar por um médico na hora. Um problema que parece pequeno pode evoluir para algo muito mais grave sem o devido tratamento.

Existe ainda um risco, embora seja bem pequeno, de que as próteses se rompam. Porém, devido à tecnologia, as próteses são feitas com materiais que não causam problemas de saúde para a mulher.

A prótese de gel, por exemplo, é de alta coesividade. Por isso, caso ela se rompa, não permite que o silicone se espalhe pelo corpo.

Como O Procedimento É Realizado?


Após todos os esclarecimentos e dúvidas, são pedidos exames de rastreio que vão avaliar seu estado de saúde e detectar possíveis problemas que podem colocar sua vida em risco ou estragar sua cirurgia. Normalmente os médicos pedem exames de sangue, Raio X, Ultrassom, e exames do coração. Se todos eles estiverem adequados, esta liberada ao fazer a cirurgia

No dia da cirurgia, ela começa com a aplicação de uma anestesia, que pode ser local ou geral, dependendo do procedimento a ser realizado. Se for colocação de próteses de silicone, o cirurgião vai fazer a colocação das próteses normalmente por aquele pequeno corte em baixo das mamas Se tiver flacidez, estrias pode ser que o cirurgião necessite retirar pele e ai mais cicatrizes serão necessárias para modelar sua mama, normalmente são feitas aquelas cicatrizes em formato de “T”invertido.

No caso da redução de mama, esta sim, geralmente as cicatrizes são em formato de “T”invertido porém em um tamanho maior, já que as mamas eram grandes.

Terminado a cirurgia, o cirurgião e sua equipe realizam os curativos e colocam o sutiã cirúrgico.

Na maioria dos casos, a mulher já recebe alta no dia seguinte.

É muito importante que antes da cirurgia a mulher faça um ultrassom e uma mamografia. Isso porque o médico precisa saber se há cistos ou qualquer alteração que impeça a eficácia do procedimento cirúrgico.

Outro ponto importante: depois da cirurgia, a mulher sentirá dor se levantar os braços. E não se deve fazer isso mesmo! A recomendação médica é para que a mulher só eleve os braços acima dos ombros depois de duas semanas da data da cirurgia.

Vale lembrar também que se você for fazer esse procedimento, é importante estar em jejum de 8 horas. Mas todas essas informações você receberá do cirurgião antes do procedimento!

Esse Procedimento Cirúrgico É Para Mim?

Se você estiver procurando por um profissional para fazer essa cirurgia, não precisa mais!

O Dr. Victor de Albuquerque Teixeira da Silva, (CRM-MT 8623/RQE:3790) de Cuiabá, é um excelente profissional.

Sua dedicação a essa área começou já no período de graduação, onde sempre se dedicou à área cirúrgica.

Tornou-se então cirurgião geral em um dos maiores hospitais de São Paulo no IAMSPE (Instituto de Assistencia Médica do Servido Público Estadual de São Paulo), logo após, fez residência médica em Cirurgia Plástica também num renomado centro de referência em Cirurgia Plástica (Hospital Geral de Vila Penteado). Tornando -se Especialista em Cirurgia Plástica e Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgias Plástica

Além disso, possui diversos cursos e especializações no exterior…

Seus tratamentos são sempre realizados com o máximo de ética e dedicação aos pacientes. Além disso, preza pela qualidade e modernidade nos seus procedimentos cirúrgicos. Sua especialização consiste em cirurgias estéticas!

Confira alguns depoimentos sobre o seu trabalho abaixo!

“Fui muito bem atendida por ele e toda equipe da clínica, todos atenciosos, o médico explicou bem o procedimento, passando bastante segurança”. – Viviane Santana – Cuiabá/MT.
“Estou me sentindo outra pessoa. Após o levantamento dos meus seios, minha auto estima melhorou absurdamente”. Nathália Martins – Nova Mutum/MT.
“Fiz lipo e seio com prótese. A consulta fui bem orientada. No pós cirúrgico, muito atencioso”. – Bianca Áraújo da Costa – Primavera do Leste/MT .


Portanto, na hora de escolher o cirurgião, sua melhor escolha pode ser o Dr. Victor. Isso porque você garantirá que escolherá um profissional:

A decisão está em suas mãos. Você é a única pessoa que pode decidir qual procedimento quer realizar, se isso atingirá seus objetivos e se as possíveis complicações não serão um empecilho na sua vida.

Cabe ao médico explicar todo o procedimento e quais são os possíveis riscos. É importante escolher um bom profissional, porque o procedimento não se encerra depois da cirurgia.

Na verdade, cria-se um vínculo com o profissional, já que ao longo do tempo o corpo pode fazer algumas mudanças. E, por isso, seria necessário ver o médico novamente.

Antes de optar pelo procedimento, analise bem seus objetivos, veja se eles são compatíveis com a realidade e se os riscos envolvidos fazem valer a pena o procedimento cirúrgico.

E você, já decidiu se vai querer fazer esse procedimento?
SIM, EU QUERO AGENDAR AGORA!
Clicando no link, você será redirecionada para poder analisar melhor e ter a chance de agendar a sua cirurgia.

Se você quer aumentar a sua auto estima, essa é a sua chance, esse é o seu momento!

Chega de se esconder no verão. Agora, é hora de você aparecer e jogar a sua confiança lá para o alto!

WhatsApp chat